• default color
  • blue color
  • orange color
  • green color
CPanel

Alta Beleza - Seu Mundo Fashion começa aqui!

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Colunista Dr. Maximo Asinelli

Home Colunistas Dr. Maximo Refrigerante ou água?

Refrigerante ou água?

E-mail Imprimir PDF

O consumo de refrigerantes, cada vez mais, está sujeito ao crescimento em todo o mundo. As ofertas abusivas e os incentivos subliminares ao maior consumo, como, por exemplo, o uso das garrafas tamanho família, são algumas das maneiras que os fabricantes encontraram para aumentar as vendas.

 

Segundo levantamentos do setor, somente no Brasil, o consumo que era de 10 bilhões de litros no ano de 2000, cresceu 30% até o ano de 2007, chegando ao número de 13 bilhões. Em estatísticas atuais, os refrigerantes estão em segundo colocado entre as bebidas mais consumidas, perdendo apenas para a água.

O que muitos não sabem, é que o consumo exagerado pode gerar sérios problemas futuros. Além de auxiliar em doenças como obesidade e gastrite, o refrigerante, por ser composto em grande quantidade de açúcar, é um forte influente a diabetes. A pessoa que ingere grandes quantidades de refrigerante está maior exposta a algumas enfermidades relacionadas ao excesso de peso.
Uma das maiores preocupações é que, geralmente, os refrigerantes hoje são as bebidas preferidas dos jovens e adolescentes. Cada vez mais, casos de obesidade infantil são aparentes e, com certeza, a influência é em grande parte desse tipo de bebida gaseificada.


Os refrigerantes são compostos basicamente por substâncias artificiais e conservantes, os quais, não são nem um pouco aconselháveis. Além do consumo excessivo de refrigerantes, as pessoas acabam trocando, na maioria das vezes, o consumo de água por refrigerantes, e tornam-se reféns do produto.

 

 

Curta nosso Facebook


Untitled Document


 

Política de privavidade